Oftalmologista em Taubaté

Oftalmologia

Oftalmologista em Taubaté

O Oftalmologista em Taubaté é o médico que estuda e trata doenças do sistema visual. Especialidade médica que se dedica ao estudo e tratamento dos erros de refração apresentados pelo olho. Profissional capacitado para o tratamento médico e cirúrgico de doenças oculares.

Perfil do Oftalmologista em Taubaté

  • Estudioso;
  • Responsável;
  • Solidário;
  • Paciência;
  • Relacionamento Social;
  • Autoconfiança;
  • Capacidade de Decisão;
  • Equilíbrio Emocional.

Formação

Para ser um Oftalmologista é necessário possuir diploma de curso superior em Medicina, com especialização em oftalmologia. O profissional deve realizar especialização e residência na área de Oftalmologia, com duração média de dois anos.

Atividades

  • Consultas Clínicas;
  • Exames e Diagnósticos do sistema ocular;
  • Realizar Cirurgias;
  • Tratar Doenças;
  • Emitir Atestado e Pareceres;
  • Definir graduação para óculos e lentes de contato
  • Coordenar Serviços Hospitalares;
  • Prescrever Medicação;
  • Manter Registros.

Especialidades e Areas de Atuação

O oftalmologista em Taubaté, trabalha com pacientes de todas as idades, atendendo na área hospitalar ou clínica. Algumas das principais subespecialidades da Oftalmologia é a Oftalmo-pediatria, área cujo tratamento é voltado para a saúde ocular infantil.

Saiba mais

A oftalmologia foi o primeiro ramo da medicina a ser reconhecido como especialidade independente. Hipócrates estudou minuciosamente as doenças oculares, época em que temos as primeiras descrições anatômicas do olho. O primeiro cateterismo em vias lacrimais aconteceu em 1714, realizado por Dominique Anel, em 1737, John Taylor realizou pela primeira vez uma cirurgia para correção do estrabismo.

Visão e a dor de cabeça

Quem tem problema na visão e não usa óculos pode apresentar dor de cabeça, este sintoma costuma parecer quando há a dificuldade para enxergar. Esta dor de cabeça, conhecida como cefaleia, decorre da utilização excessiva da capacidade acomodativa que o olho utiliza-se para focar os objetos a sua volta. Quando o olho focaliza um objeto, ocorre a contração da musculatura interna ocular, o que gera um esforço. Quando a pessoa já apresenta algum problema na visão como a hipermetropia, astigmatismo ou em alguns casos a miopia, com esse esforço incomum o corpo apresenta meio de defesa para avisar que algo está errado, provocando a cefaleia ou dor de cabeça para que isso seja como um sinal para a pessoa buscar uma solução.

Se você apresenta um caso semelhante de dor de cabeça constante, durante leituras, ou atividades que demandem grande utilização da capacidade de visão e isso gera dor, procure seu oftalmologista hoje mesmo.

Assistir televisão de perto ou ler com pouca luz prejudica a visão?

Este é um tema com vários mitos envolvidos, ficar longos períodos ao computador, assistir televisão no escuro, ler com pouca luz dentre outros não prejudicam a visão. Eles apenas geram sintomas de desconforto, podendo apresentar lacrimejamento excessivo ou outros incômodos. As radiações provenientes de telas, como a televisão e computador, são encontradas a poucos milímetros das tela, não sendo capazes de prejudicar fisiologicamente a visão.

Catarata, o que é? Tem cura?

A catarata é a opacidade da parte cristalina do olho, localizado atrás da íris, assemelha-se a uma lente nos olhos. Com o passar dos anos esta região do cristalino vai se tornando opaca, a forma mais comum de catarata é a conhecida como senil, mas há também as congênitas ou inflamatórias que ocorrem através de infecções oculares. O uso excessivo de corticoides também pode gerar a catarata.

O tratamento é através de cirurgia, onde é retirado o cristalino e este é substituído por uma lente, chamada de lente intraocular, possibilitando o retorno da visão normal para o paciente.