Geriatra em Taubaté

Geriatria

Geriatra em Taubaté

Geriatra em Taubaté: profissional da medicina especializado em prevenção e tratamento de pacientes com idade avançada. É a área da saúde atuante no cuidado com o idoso, mas distinta da gerontologia, que é o estudo do envelhecimento. Geriatra trabalha com doenças específicas dos idosos e as relacionadas à todas as idades, com tratamento específico para idosos.

Perfil Geriatra em Taubaté

  • Estudioso;
  • Responsável;
  • Solidário;
  • Relacionamento Social;
  • Capacidade de Decisão;
  • Paciência;
  • Equilíbrio Emocional.

Formação

Para ser geriatra, é necessário diploma de curso de Medicina, e especialização ou pós-graduação em geriatria. O geriatra é um profissional que deve estar em processo de atualização constante, sejam através de cursos livres, estudos ou pesquisas relacionadas à área.

Atividades

  • Consultas Clínicas;
  • Exames e Diagnósticos;
  • Prescrever Medicação;
  • Realizar Cirurgias;
  • Tratar Doenças;
  • Manter Registros;
  • Emitir Atestado e Pareceres;
  • Coordenar Serviços Hospitalares.

Especialidades e Áreas de Atuação

O geriatra é um profissional que trabalha em hospitais públicos ou particulares, casas de saúde, clínicas, asilos, etc. Tem como uma de suas funções primordiais, além do tratamento das doenças, prevení-las. O geriatra possui pontos importantes no tratamento com idosos, por exemplo: Manutenção da saúde na idade avançada, funcionalidade de todas as partes do corpo do idoso, prevenção de doenças estando sempre atento aos sintomas e realizando exames periodicamente, diagnóstico, detecção e tratamento precoce das doenças, estes exames visam a independência do idoso. Psicológicamente, em fase terminal do paciente, orientação à família é essencial.

Saiba mais

A medicina nasceu na Antigüidade, com Hipócrates. A partir daí, os gregos se tornaram pioneiros no estudo das doenças. Na Era Medieval, o uso de sanguessugas para sangrias era a principal técnica para "tratar" qualquer doença. Os avanços científicos nessa época foram muito poucos por causa da intervenção da Igreja, que fazia pressão sobre as pesquisas. No período do Renascimento (séculos XV e XVI), a Medicina evoluiu bastante e os médicos procuravam explicações para todos os tipos de doenças. William Harvey descobriu o sistema circulatório no século XVII, trazendo grande progresso e entendimento mais profundo da fisiolgia e anatomia desse sistema. A invenção do microscópio por Louis Pasteur, no século XIX, gerou significativo avanço na área. Com as novas descobertas e tecnologias, a evolução da medicina foi imensa, e, atualmente, temos técnicas para tratamento de quase todas as enfermidades.