Dermatologista em Taubaté

Dermatologia

Dermatologista em Taubaté

Dermatologista em Taubaté: especialista no tratamento, diagnóstico e prevenção das doenças na pele, considerada o maior órgão do corpo humano. Tratando desde simples infecções, reações inflamatórias e tumores. São conhecidas mais de 2000 doenças de pele que podem acometer o ser humano. A dermatologia engloba também as doenças dos anexos cutâneos, como cabelos, unhas e mucosas (boca e genitais). Uma subespecialidade é a dermatovenerologia, que assiste pacientes com complicações cutâneas provocadas por doenças sexualmente transmissíveis.

Perfil do Dermatologista em Taubaté

  • Relacionamento Social;
  • Autoconfiança;
  • Capacidade de Decisão;
  • Estudioso;
  • Responsável;
  • Solidário;
  • Paciência;
  • Equilíbrio Emocional.

Formação

Para ser um dermatologista é necessário possuir diploma de curso superior em Medicina, com especialização em Dermatologia. O profissional deve realizar especialização e residência na área com duração média de dois anos.

Atividades

  • Consultas Clínicas;
  • Exames e acompanhamentos;
  • Realizar Cirurgias;
  • Tratar Doenças;
  • Emitir Atestado e Pareceres;
  • Prevenção de câncer de pele;
  • Coordenar Serviços Hospitalares;
  • Prescrever Medicação;
  • Manter Registros.

Especialidades e Areas de Atuação

O dermatologista em Taubaté pode exercer suas atividades clínicas ou hospitalares em três áreas da Dermatologia. Uma delas á a Cosmiatria: Estuda e trata da beleza humana em todos os aspectos e concepções. Hanseologia: Área dedicada ao estudo e tratamento da hanseníase, que acomete normalmente a pele, nervos e olhos. A terceira área de dedicação é a Cirurgia Dermatológica.

Saiba mais

A Dermatologia moderna inicia sua história na Europa, por volta do século XV. Clínicos começaram a se interessar nesta época por problemas cutâneos. O primeiro livro sobre Dermatologia foi escrito em 1797, seu autor foi o Drº Robert Willian. Aos poucos a Medicina salientou a importância da pele, não mais vista apenas como uma "embalagem", mas como o maior órgão do corpo humano. No Brasil, a Dermatologia tem sua representação através da Sociedade Brasileira de Dermatologia, com quase sete mil associados, representa a 2ª maior Sociedade Dermatológica no Mundo.

A medicina surgiu na Antigüidade, com o Pai da Medicina, Hipócrates, que transmitiu aos gregos todos seus conhecimentos. A partir daí, tornaram-se pioneiros no estudo das doenças. Na Idade Média, a utilização de sanguessugas para realizar as sangrias era a principal técnica para curar qualquer doença. Os avanços da ciência médica nessa época foram poucos devido à intervenção da Igreja Católica, com forte pressão sobre as pesquisas científicas. Durante o Renascimento (séculos XV e XVI) a medicina teve grande evolução e os médicos buscavam explicações para todos os casos de doenças. No século XVII, William Harvey, descobriu o sistema circulatório, trazendo enorme progresso. Especialistas entenderam de forma mais profunda a fisiolgia e anatomia desse sistema. A invenção do microscópio, já no século XIX, por Louis Pasteur, gerou um avanço significativo na área. Com essas descobertas e novas tecnologias, a evolução da medicina foi imensa, e, atualmente, temos técnicas para tratamento de quase todas as enfermidades.

Espinhas e Cravos - Acne

Trata-se de uma doença de predisposição genética que tem seu aparecimento ligado à presença de hormônios sexuais. As lesões na pele surgem geralmente na fase da puberdade, momento em que temos os hormônios iniciando sua produção no organismo, o que leva a aparição na maioria dos jovens, independentemente de sexo, meninos e meninas estão sujeitos a apresentar cravos e espinhas durante um longo período.

Não se deixe enganar, a doença não atinge exclusivamente adolescentes, ela pode perdurar na fase adulta ou até mesmo surgir somente nesta fase, existem diversos casos de jovens que não apresentaram problemas cutâneos durante a juventude, mas houve o surgimento quando adultos. Geralmente este quadro é mais comum em mulheres.

Com o aumento da secreção sebácea, temos a manifestação das espinhas e cravos, em junção com a obstrução do folículo pilosebáceo, originando as lesões. Quando temos este quadro, esta condição favorece o surgimento e proliferação de microrganismos que provocam certo nível de inflamação, característica das espinhas.

Acne - Tratamento

Esta doença é caracterizada de longa duração e em alguns casos como desfigurante, devendo ser tratada desde o principio de seu surgimento, evitando maiores sequelas, cicatrizes ou até mesmo distúrbios emocionais envolvendo a autoestima de jovens acometidos pela doença.

Para o tratamento pode-se utilizar medicação de uso local, agindo para a desobstrução dos folículos e controlando ou mitigando a proliferação bacteriana. Alguns tratamentos também são realizados através de medicação via oral, mas isso depende do quadro do paciente, usualmente com antibióticos que controlam as infecções e para as meninas ainda existe a possibilidade da terapia hormonal, com medicação anti androgênicas.

Limpeza de pele é um modo muito eficaz de prevenção de acne, pode ser realizada tanto por Dermatologistas ou Esteticistas, agem diretamente na retirada de cravos evitando que evoluam para espinhas, dificultando o tratamento. Estudos demonstram que mesmo não sendo fator determinante na causa da doença, a dieta tem poder para influenciar, em alguns pacientes, na aparição ou agravamento da acne. Alimentação desregrada e com presença em excesso de chocolate, gorduras, amendoim e leite devem ser evitados caso haja a percepção de agravamento do quadro quando de sua ingestão.

Um ponto grave e que merece extrema atenção, é o emocional dos pacientes. A possível desfiguração promovida pela acne interfere diretamente na autoestima dos jovens, que podem chegar ao extremo de evitar contato social e interação com outros jovens, devido a vergonha de suas lesões e do possível bullying sofrido pelos colegas. Sempre que constatado qualquer sinal, um especialista deve ser procurado, o psicólogo é uma excelente opção.

Todo tratamento de acne deve ter acompanhamento regular de um Dermatologista, é o profissional que está apto a indicar o melhor tratamento, medicamentos e soluções para cada caso em especifico. Nunca se automedique, não aceite aconselhamento informal e de pessoas leigas no assunto que tenham um caso semelhante ao seu, o que foi bom no tratamento dela não será no seu, cada caso deve ser estudado unicamente para promover bons resultados. Em termos de duração de tratamento, geralmente os mais curtos não perduram por menos de seis meses, o que necessita paciência por parte dos pacientes, sempre esclareça suas dúvidas junto ao seu médico e siga corretamente suas orientações.