Arquiteto em Taubaté

Arquitetura

Arquiteto em Taubaté

Arquiteto em Taubaté: tem como função projetar e organizar espaços, tanto internos como externos, segundo critérios de conforto, funcionalidade e estética. Além disso, realiza projetos e coordena a construção ou a reforma de casas e edifícios residenciais e comerciais.

Perfil

  • Sensibilidade;
  • Capacidade de observação;
  • Criatividade,
  • Meticulosidade e exatidão;
  • Habilidade numérica;
  • Negociação;
  • Atenção a detalhes;
  • Espírito inovador;
  • Habilidade manual;
  • Planejamento;
  • Raciocínio espacial;
  • Perfeccionismo;
  • Senso estético e prático.

Formação

O Arquiteto deve cursar graduação em Arquitetura e Urbanismo, com duração de 5 anos. É preciso obter o registro profissional no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA). Conhecimento de história da arte e uma cultura geral vasta são fundamentais para o sucesso do profissional. Nos dias atuais, o conhecimento da arte aliado ao conhecimento de recursos tecnológicos é cada vez mais importante.

Atividades

  • Orçamento do projeto;
  • Debater objetivos;
  • Gerenciar projetos;
  • Análise de impacto ambiental;
  • Acompanhar projetos;
  • Elaborar projetos;
  • Examinar detalhes da construção;
  • Especificar materiais;
  • Elaborar sistemas de: Ventilação, Refrigeração, Elétrica e Hidráulica;
  • Compatibilizar projeto arquitetônico.

Especialidades e Áreas de Atuação

Arquitetura de Interiores: definição de detalhes, cores, acabamento do ambiente e dos materiais de revestimento e iluminação para a completa organização dos espaços internos das construções.

Comunicação Visual: desenvolvimento da identidade visual das empresas, no qual se inclui a elaboração de marcas, vinhetas eletrônicas, embalagens e capas de discos e livros.

Desenho Industrial: criação de utensílios domésticos, móveis, luminárias e outros objetos para produção em escala industrial.

Conforto: especialização da área "Arquitetura de Interiores" pela qual o arquiteto se torna responsável pelo planejamento das condições acústicas, de iluminação, de temperatura e de ventilação de ambientes.

Edificações e Construções: desenvolvimento projeto e acompanhamento da construção de todos os tipos de edifícios, residências e indústrias, incluindo o controle de custos e materiais.

Paisagismo e Ambiente: planejamento de ambientes públicos e espaços privados, como parques, praças e jardins residenciais.

Urbanismo: planejamento de cidades, no qual se incluem as ruas, os parques e os bairros, além da organização do plano diretor do município, que orientará o seu crescimento.

Saiba mais

Edificada sob o cenário desconcertante dos cerrados, a Capital Federal (Brasília) contrasta com a aridez típica da região Centro-Oeste brasileira. A beleza da sua arquitetura, projetada por ninguém menos que Oscar Niemeyer, além do fato de ser a Capital do país, são alguns dos fatores que a tornam atraente. Todavia, quem à cidade chega com a intenção de conhecê-la se surpreende quando descobre que Brasília dispõe também de incríveis cenários naturais. O planejamento de Brasília, segundo muitos especialistas, é perfeito: a cidade foi pensada sob dois eixos, sendo um monumental e o outro residencial, que lhe dão o formato de uma borboleta (ou avião).